Centrifugas para Laboratório


Produtos Laboratoriais



As centrífugas são equipamentos de laboratório com a função de separar diferentes fases de uma amostra. Geralmente essa técnica é utilizada para separar partículas biológicas em suspensão. O motor deste equipamento possui alta velocidade de rotação e distingue os materiais mais densos dos menos densos.


A centrifugação é especificada pela aceleração aplicada à amostra, medida em rotações por minuto (RPM) ou força G. Após este processo a amostra se diferencia em fases, o que fica na parte superior, e o composto com mais densidade no fundo do tubo.

Para facilitar o entendimento, podemos usar como exemplo uma amostra de sangue, após o processo de centrifugação o plasma (líquido de cor amarelada) fica na parte superior se separando das células vermelhas, que ficam na parte inferior do tubo.




Tipo de Centrifugação

Tipo de Centrifugação


  • Centrifugação Analitica – Por meio de um sistema óptico a centrifugação analítica verifica as propriedades físicas de partículas que sedimentam na centrifugação, como, por exemplo, peso molecular, coeficiente de sedimentação e etc.
  • Centrifugação Preparativa – Ela pode ser dividida em centrifugação diferencial e gradiente de densidade. Sua função é isolar partículas específicas de uma solução e utilizá-las depois em algum procedimento.
  • Centrifugação por Gradiente de Densidade – Utilizada para purificação de partículas, podendo ser classificada em zonal, que separa partículas que possuem densidades similares e massas diferentes, e isopícnica, que separa partículas com tamanhos similares e densidades diferentes.
  • Centrifugação Diferencial – Consiste na sedimentação de partículas de acordo com suas características. Podem ser obtidas duas fases: a precipitada, onde constam as partículas maiores e mais densas e a não precipitada, contendo as menores e menos densas. O sobrenadante pode ser centrifugado depois de forma mais ágil e por mais tempo. Se o intuito for isolar partículas cada vez menores da amostra, esse processo pode ser repetido por diversas vezes.


Tipo de Centrifugação


  • Centrifugação Analitica – Por meio de um sistema óptico a centrifugação analítica verifica as propriedades físicas de partículas que sedimentam na centrifugação, como, por exemplo, peso molecular, coeficiente de sedimentação e etc.
  • Centrifugação Preparativa – Ela pode ser dividida em centrifugação diferencial e gradiente de densidade. Sua função é isolar partículas específicas de uma solução e utilizá-las depois em algum procedimento.
  • Centrifugação por Gradiente de Densidade – Utilizada para purificação de partículas, podendo ser classificada em zonal, que separa partículas que possuem densidades similares e massas diferentes, e isopícnica, que separa partículas com tamanhos similares e densidades diferentes.
  • Centrifugação Diferencial – Consiste na sedimentação de partículas de acordo com suas características. Podem ser obtidas duas fases: a precipitada, onde constam as partículas maiores e mais densas e a não precipitada, contendo as menores e menos densas. O sobrenadante pode ser centrifugado depois de forma mais ágil e por mais tempo. Se o intuito for isolar partículas cada vez menores da amostra, esse processo pode ser repetido por diversas vezes.


Tipo de Centrifugação

Modelos de Centrífugas


O modelo deve ser escolhido de acordo com a necessidade para um determinado procedimento ou para cada tipo de laboratório. As opções são inúmeras e pontos como ruídos, velocidade, segurança, vibração e capacidade devem ser levados em consideração no momento da decisão.


  • Microcentrífuga para Microplacas - K14-0296 – Aplicação: A microcentrífuga para microplacas de PCR é um equipamento, moderno, leve e estável. Seu design robusto é de fácil manuseio, o que a torna amplamente utilizada em laboratórios de biologia molecular.

Centrífuga de bancada


Amplamente utilizada para centrifugar diferentes amostras e volumes até 200mL.

  • Centrífuga de Bancada - K14-4000 – A Centrífuga de Bancada 4000 rpm é um equipamento de porte médio, prático, estável, fácil de manusear, além de apresentar nível de ruído extremamente baixo.Com rotores intercambiáveis de diversos tamanhos, proporcionando vários tipos de aplicações em um único equipamento. Utilizada em instituições de pesquisa, universidades, indústrias, laboratórios de análises clínicas, de biologia molecular, entre outros.
  • Centrífuga de Bancada sem rotor - 0-5000RPM - K14-5000M – A Centrífuga de bancada M sem rotor 5000rpm é um equipamento de médio porte, prático, estável, de fácil manuseio, com design robusto, além de apresentar nível de ruído extremamente baixo. Amplamente utilizadas em Laboratórios de Análises Clínicas, a K14-5000M é ideal para rotinas médias. Uso em diagnóstico in vitro.


Centrífuga de bancada


Amplamente utilizada para centrifugar diferentes amostras e volumes até 200mL.

  • Centrífuga de Bancada - K14-4000 – A Centrífuga de Bancada 4000 rpm é um equipamento de porte médio, prático, estável, fácil de manusear, além de apresentar nível de ruído extremamente baixo.Com rotores intercambiáveis de diversos tamanhos, proporcionando vários tipos de aplicações em um único equipamento. Utilizada em instituições de pesquisa, universidades, indústrias, laboratórios de análises clínicas, de biologia molecular, entre outros.
  • Centrífuga de Bancada sem rotor - 0-5000RPM - K14-5000M – A Centrífuga de bancada M sem rotor 5000rpm é um equipamento de médio porte, prático, estável, de fácil manuseio, com design robusto, além de apresentar nível de ruído extremamente baixo. Amplamente utilizadas em Laboratórios de Análises Clínicas, a K14-5000M é ideal para rotinas médias. Uso em diagnóstico in vitro.